segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

repúdio ao fato!!!

Nós do movimento Basta com os erros médicos,repudiamos a nomeação do médico indiciado pela morte do adolescente Allan Barbosa,como delegado da SBCBM .Não me venham falar que todo cidadão é inocente enquanto não julgado!Vocês deveriam ter tido o bom senso de aguardar a decisão judicial,para qualquer nomeação desse cidadão.




Justiça para ALLAN BARBOSA!!!





...

Sandro Machado - erro médicoCom certeza a justiça será feita e vocês terão que reaver essa decisão!!!segundos atrás

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Problemas crônicos na saúde do Rio de Janeiro



Um paciente teve que esperar mais de quatro horas para tentar conseguir atendimento. Ele não conseguiu chegar até o setor de triagem. Muitos foram obrigados a aguardar debaixo do sol - Isso tudo em um grande hospital do Rio de Janeiro - Miguel Couto.



http://g1.globo.com/videos/rio-de-janeiro/v/pacientes-sofrem-para-conseguir-atendimento-no-miguel-couto/1436214/#/Todos

sábado, 12 de fevereiro de 2011

VAMOS LIGAR PESSOAL...A LIGAÇÃO É GRATUITA

Sandra Domingues


PL 7053/2006 - VAMOS LIGAR PESSOAL...A LIGAÇÃO É GRATUITA





Projeto do Movimento Gabriela Sou da Paz, encontra-se parado no Senado



Precisamos de sua ajuda!



O PL 7053/2006 é um Projeto Lei de iniciativa popular criado por Cleyde Prado Maia Ribeiro e Carlos Santiago Ribeiro, pais da Gabriela - do Movimento Gabriela Sou da Paz, no Rio de Janeiro.



Foram recolhidas 1 milhão e trezentas mil assinaturas no Brasil todo e o projeto foi entregue no dia 08 de março de 2006 aos Srs Renan Calheiros e Aldo Rabelo em Brasília e desde então encontra-se parado no senado para votação. Dos 6 itens propostos, apenas 1 entrou em votação e foi aprovado, por isso precisamos de sua ajuda.



Como ajudar ? Ligando e pedindo que o projeto vá para votação.



Disque-câmara - Telefone: 0800-619619



Alô Senado - Telefone: 0800-612211



A ligação é gratuita e é muito rápido...vc faz um cadastro básico com a atendente; nome, telefone e endereço e quando a atendente perguntar para você qual Senador que deve ser encaminhado fale de preferência ao RENAN CALHEIROS.



Nos ajude nessa luta contra a IMPUNIDADE...uma luta que é de todos nós!



Movimento Gabriela Sou da Paz

http://www.gabrielasoudapaz.org/projeto-de-lei

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

MEU MOMENTO COM VOCÊ DENUNCIA - ERROS MÉDICOS!

O programa Meu Momento com Você, exibido ao vivo em 08.02.11 pelo jornalista Barjon de Mello, apresentou casos reais, e denúncias sobre o tema: ERROS MÉDICOS!
Uma abordagem crítica à postura omissa do CREMERJ E CREMESP. Um caso gritante de corporativismo.
E-mail: meumomentocomvoce@gmail.com










quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

BASTA COM ERROS MÉDICOS !



08.02.11 às 20h ao Vivo !

Meu Momento com Você abordou o tema ERROS MÉDICOS

O programa foi um sucesso de audiência!!

O programa pode ser visto através do link: http://www.tvorkut.com.br%20/

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

parabenizar uma ação médica - Uma ação exemplar

Parabenizar uma ação de um médico


28/01/2011 às 11:17 Atualizado em 28/01/2011 às 11:17 Identificada grávida morta ao ficar imprensada entre dois ônibus

Ana Carolina Torres Tamanho do texto A A A Foi identificada como sendo a vendedora Alexandra da Silva, de 25 anos, a grávida morta, na manhã desta sexta-feira, ao ficar imprensada entre dois ônibus na Rua Cardoso de Morais, em Bonsucesso. Ela estava com sete meses de gestação. O bebê foi salvo por um médico que passava pelo local e está na UTI do Hospital Geral de Bonsucesso (HGB). É um menino e pesa cerca de um quilo. Por causa do acidente, o trânsito na Cardoso de Morais está em meia pista.

RIO - O estado do bebê de 7 meses que nasceu prematuramente após sua mãe ser prensada entre dois ônibus é gravíssimo, segundo a diretora-geral do Hospital Geral de Bonsucesso, Sandra Azevedo. O bebê está na UTI neonatal recebendo oxigênio por aparelhos e alimentação parenteral. Sandra disse acreditar na possibilidade de o bebê ser salvo.

Ao chegar à unidade, o bebê sofreu uma parada cardiorespiratória e precisou ser reanimado, o que ocorreu com sucesso. Ainda não se pode avaliar se o bebê tem fraturas.

O médico Fabrício Calors Figueiredo, de 31 anos, que prestou os primeiros socorros ainda no local do acidente disse que precisou amarrar o cordão umbilical, que havia se desprendido da mãe, com um cadarço de sapato oferecido por um pedestre. Apesar da iniciativa, o médico que trabalha na UTI móvel da Linha Amarela não se acha um herói.

- O que eu fiz não foi um ato heróico. Estava subindo o elevador para o trabalho quando alguém me falou do acidente e desci rapidamente, e vi a cena. O que fiz se não foi uma obrigação moral, pelo menos foi uma obrigação prossional - disse ele, que visitou o bebê no hospital.